Rendas podem subir com novo seguro

Segundo a informação veiculada no Diário Económico, as rendas de arrendamento poderão subir ao recorrer ao novo seguro de renda. Contudo vários senhorios dizem que este seguro é demasiado oneroso.

Os partidos da maioria apresentaram uma proposta para criar um seguro de renda, mas os proprietários olham para esta medida com desconfiança. Pois para os senhorios, os riscos são demasiado elevados e o seguro, que tem como missão garantir aos donos do imóvel o pagamento das rendas em atraso, quando os inquilinos não pagam, pode não dar resultado.

No que diz respeito às seguradoras, a opinião é diferente. Desde que sejam cumpridas várias condições de comercialização, o presidente da Associação Portuguesa de Seguradores (APS), Pedro Seixas Vale, diz que “será positivo para a economia, para o mercado imobiliário e possivelmente para o setor segurador”.

Um dos entraves que poderá ter este seguro são “custos elevadíssimos, tendo em conta os atuais níveis de incumprimento”, segundo o presidente da Associação Lisbonense de Proprietários. E com custos demasiados elevados, os proprietários não terão capacidade para ter um seguro de renda ou então o valor será passado para o inquilino. Embora seja uma medida positiva, o cálculo do risco vai sempre depender da legislação que sair sobre os despejos.