Perguntas e Respostas sobre a Entrega do IRS

Impostos FinançasSaiba quais são as perguntas e respostas mais comuns sobre a entrega do IRS. Aproveite saber tudo o que você deve fazer, os prazos, o que pode deduzir e outras informações importantes.

A entrega do IRS está próxima e com isso publicamos aqui o que você deve ter em conta no momento da entrega do imposto sobre o rendimento social. Nesta ocasião a categoria A e H, ou seja, quem trabalha por conta de outrem ou recebe pensões deve entregar a declaração nas repartições de finanças ou através da Internet. Continue lendo para saber todas as perguntas e respostas mais comuns entre os portugueses no momento de entregar as declarações de imposto.

  • Os reformados com pensões iguais ou superiores a 4104 euros anuais têm que entregar declaração? Sim. Apensa estão isentos os reformados que ganham menos de 4104 euros por ano. Em alguns casos, podem até ter de pagar imposto pela primeira vez.
  • Qual é o limite e quais as despesas de saúde? Tem um desconto de 10% com o limite de 838.44 euros. Nos agregados com três ou mais dependentes, o limite sobe para os 30% do valor do indexante de Apoios Sociais (IAS), por cada dependente, desde que existam despesas de saúde relativamente a todos os dependentes.

  • A pensão de alimentos entra na declaração? É possível deduzir 20%, com um limite de 419.22 euros.
  • Despesas de educação? Pode deduzir 30% nas suas despesas de educação e formação profissional (suas e dos seus dependentes), com um limite máximo de 760 euros. Nas famílias com três ou mais dependentes, o limite máximo aumenta para os 142.50 euros por cada um, desde que sejam todos estudantes e tenham despesas.
  • Despesas com o crédito à habitação podem ser inscritas? Apenas um limite de 15% dos juros, no máximo até 591 euros. Quem comprou uma nova casa depois de 31 de dezembro de 2011 não pode colocar estas despesas no IRS.

  • E com o arrendamento da casa? É possível deduzir 15% das rendas até ao limite de 591 euros, se o contrato foi celebrado ao abrigo do novo regime, em vigor desde 1990. Contudo, é necessário entregar na repartição da área do imóvel o contrato de arrendamento e identificar o senhorio na declaração de IRS.
  • Existem limites globais para as deduções à coleta? Não existem limites para os rendimentos até 7410 euros. Contudo variam entre os 1250-1100 euros, acima de 7410 e até 66.045 euros por ano. No caso de rendimentos superiores a 66.045 euros por ano, não são admitidas deduções à coleta.
  • Os reembolsos vão sofrer cortes? O agravamento da fiscalidade vai ter um efeito bastante importante nas devoluções às famílias, pelo que os reembolsos irão sofrer cortes enormes.